Serviços

Diagnóstico por imagem

O uso de métodos de imagem para o diagnóstico de doenças na pele é cada vez mais utilizado. Por ser o maior órgão do corpo humano, responsável por 15% do nosso peso, a pele oferece acesso fácil para a utilização de equipamentos que nos permitem visualizar estruturas não visíveis ao olho nu, que podem ser indicativas de doenças. A principais vantagens dos métodos de imagem como a dermatoscopia são: diagnóstico precoce do câncer da pele, evitar biópsias desnecessárias e o seguimento a longo prazo de diversas lesões.

Diagnóstico por imagem

Dermatoscopia Digital

É um exame complementar ao exame clínico que possibilita o diagnóstico mais preciso das lesões cutâneas pigmentadas. Com o uso da Dermatoscopia o médico pode optar pelo acompanhamento ou pela biopsia de uma lesão suspeita com muito mais segurança. Entretanto, a Dermatoscopia não substitui a biopsia e o exame histopatológico.

O objetivo primordial da Dermatoscopia é o diagnóstico precoce do melanoma. Muitas vezes uma lesão pigmentada da pele começa a chamar a atenção apenas quando atinge um tamanho significativo (acima de 6,0mm) ou quando já apresenta algum sintoma como sangramento, dor ou ulceração. Através da Dermatoscopia o médico é capaz de identificar lesões com tamanho a partir de 1,5mm de diâmetro, o que possibilita o tratamento de lesões muito iniciais, com melhor prognóstico.

Além do diagnóstico precoce do melanoma, a Dermatoscopia faz com que biopsias desnecessárias não sejam realizadas e evita dessa maneira cicatrizes por vezes inestéticas sem que haja real necessidade.

O exame dermatoscópico não é invasivo, é indolor e demora cerca de 15 a 20 minutos para ser realizado, de acordo com a quantidade de lesões do paciente. Durante o exame é possível a captação das imagens através de uma câmera digital, o que permite a análise computadorizada das lesões e o armazenamento, visando o acompanhamento futuro. O intervalo entre os exames é determinado pelo médico solicitante.

Mapeamento Corporal Total

Consiste na documentação fotográfica de todas as lesões pigmentadas no corpo inteiro. Em seguida, as lesões suspeitas são selecionadas, submetidas à dermatoscopia digital e analisadas individualmente através de um sofisticado software. O aparelho utilizado é o Fotofinder, desenvolvido em Tubinger na Alemanha.

Todas as imagens obtidas são armazenadas, o que possibilita o acompanhamento em intervalos regulares. Seu principal objetivo é auxiliar o médico na tomada de decisão pela retirada ou acompanhamento de uma “pinta” suspeita, facilitando o diagnóstico precoce do câncer da pele, principalmente do melanoma.

Dermatoscopia do Couro cabeludo

Para o diagnóstico e tratamento da evolução da calvície e queda de cabelos em homens e mulheres. Através da dermatoscopia capilar é possível avaliar a densidade capilar e a variação de diâmetro das hastes foliculares possibilitando um diagnóstico mais preciso e um parâmetro real para acompanhamento do tratamento.

É um exame não invasivo e seus dados podem ser avaliados em conjunto com o tricograma para uma melhor orientação terapêutica.